Mensagem em Efésios   
 HÁ SALVAÇÃO SÓ EM CRISTO JESUS (Ef. 1:7-12).
7 Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus,
8 a qual ele derramou sobre nós com toda a sabedoria e entendimento.
9 E nos* revelou o mistério da sua vontade, de acordo com o seu bom propósito que ele estabeleceu em Cristo,
10 ou seja, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, celestiais ou terrenas, na dispensação da plenitude dos tempos.
11 Nele fomos também escolhidos,* tendo sido predestinados conforme o plano daquele que faz todas as coisas segundo o propósito da sua vontade,
12 a fim de que nós, os que primeiro esperamos em Cristo, sejamos para o louvor da sua glória.
(NVI).

Cristo nos salvou para o louvor e glória da sua graça.
Estamos na segunda porção do texto que trata da Segunda Pessoa da Santíssima Trindade, o Senhor Jesus Cristo. Os versos 7-12 tratam da obra de Cristo na nossa salvação. Já consideramos os verso 1 e 2 e analisamos o fato da falta de paz e graça que o homem enfrenta. Nos vs. 4-6 encontramos o louvor ao Deus Pai, elegendo. É Ele que nos abençoou em Cristo, nos escolheu e nos predestinou para a adoção de filhos e nos deu gratuitamente a Sua graça. Nos versos 7-12 encontramos o louvor ao Deus Filho, redimindo e remindo. Posteriormente, se Deus assim permitir no mês que vem trataremos os versos 13, 14 para falar do louvor a Deus pelo Espírito que nos selou.
Tenho mostrado que este texto dos versos 4-14 formam uma doxologia. Um hino de louvor.
1. A Bíblia ensina que o homem é incapaz de salvar-se a si mesmo. Nós mesmos não podemos nos tornar cristãos por nossa própria conta. Foi este ensino que levou à reforma protestante, quando a Igreja católica vendia a salvação por meio das indulgências. Este é o ponto nevrálgico da declaração em quem temos a redenção.
Ilustração: Um homem chamado Tetzel, recebia as indulgências. Tipo de um imposto.
2. A cruz de Cristo é o modo pelo qual Deus torna possível o perdão. É o que Deus fez lá no Calvário, lá na cruz, é isso o que produz salvação para nós. Lá na cruz Deus estava em Cristo reconciliando consigo mesmo o mundo.
Aplicação: Você sabe que os seus pecados estão perdoados? Você sabe que Deus perdoou você? Você sabe como Deus perdoa? Sabe que ser salvo é estar em Cristo? Ser salvo não é simplesmente crer no seu ensino, mas é estar nEle. Ser salvo é participar de sua vida, de sua morte, do seu sepultamento, da sua ressurreição, da sua ascensão. Cristo nos salvou para o louvor e glória da sua graça.
Com a iluminação do Espírito de Deus, gostaria de mostrar-lhes algumas afirmações que autenticam que há salvação só em Cristo Jesus:
I. Só Cristo nos liberta da escravidão do pecado (v. 7).
O verso 7 já mostra que pelo sangue de Cristo temos a redenção e a remissão dos nossos pecados. Estas palavras mostram a necessidade da libertação do homem mediante o pagamento de um resgate. Esta prática é bem ilustrada no Velho Testamento.
Ilustração: Por exemplo, em todo o VT percebemos que se um homem havia se tornado escravo, podia ser resgatado ou redimido pelo parente mais próximo, se este pudesse pagar o preço exigido. Este parente próximo era também conhecido como parente resgatador ou parente remidor.
1. A idéia central da palavra redenção é que o escravo podia ser comprado. Da mesma maneira, toda humanidade acha-se em estado de escravidão por causa do seu pecado. Nós éramos considerados como escravos e não podíamos nos libertar.
Aplicação: Por meio do Senhor Jesus Cristo aconteceu algo novo. Ele veio a este mundo para nos redimir, para nos comprar com o seu precioso sangue, para nos salvar. Ele pagou o resgate que nos colocou em liberdade. Por isso a bíblia diz que nós não somos de nós mesmos, porque fomos comprados por um alto preço. Nós fomos adquiridos e o preço foi pago. O preço foi o sangue de Cristo que Ele derramou.
2. O termo redenção no verso 7 era empregado muitas vezes para descrever pessoas que estão endividadas e que às vezes vão a uma casa de penhoras e deixam ali uma hipoteca - um depósito que garante que a quantia emprestada será recebida de volta. Depois de efetuado o pagamento, resgata-se os bens que deixou em hipoteca.
Ilustração: Hoje o comércio se protege da inadimplência: SPC, cheque pré-datado, crediário, etc.
Aplicação: Da mesma maneira, Jesus Cristo nos salvou, resgatando-nos, pagando o preço necessário da nossa dívida diante de Deus, para que fôssemos libertos (cf. Jo 8: 32, 36 ). Oh meus queridos, o preço exato foi pago e em Seu sangue nós temos a redenção. Nós fomos libertos da escravidão do pecado. Cristo nos salvou para o louvor e glória da sua graça.
3. O perdão de Deus é um perdão completo (v. 7). Quando Deus perdoa os nossos pecados Ele não deixa nada para trás. Ele não diz: 'Pois bem, vou perdoar você se... ' O verso 7 também poderia ter sido traduzido da seguinte maneira: No qual temos a redenção, pelo seu sangue o perdão dos nossos pecados . Ou seja, a redenção fala do nosso resgate e a remissão fala do nosso perdão em Cristo.
Aplicação: Deus lançou sobre o Senhor Jesus Cristo todos os nossos pecados. Todos os pecados já cometidos por nós, todos os pecados que viermos a cometer. Todos eles foram lançados sobre Ele, de tal forma que quando caímos em pecado, Deus não precisa fazer algo novo. Ele fez tudo em Cristo.
II. Só Cristo nos dá a verdadeira esperança (vs. 8-10).
As riquezas da graça de Deus não estão restritas apenas ao perdão que Deus dá. A riqueza da sua graça nos trouxe também a sabedoria e prudência que nos revelou, que nos desvendou o mistério da sua vontade . Cristo nos salvou para o louvor e glória da sua graça.
1. O termo mistério (v. 9). O termo mistério em todo o NT, não significa uma espécie de segredo místico, só revelado a umas poucas pessoas e guardada longe das pessoas comuns como era costume nas religiões pagãs no tempo de Paulo. Hoje ainda na nossa época em determinados lugares como na macumba ou na maçonaria se usa alguns segredos que pessoas comuns não podem saber.
2. Mistério não significa uma coisa incompreensível. Mistério é uma coisa incompreensível para a mente humana, um segredo que está fora do alcance da mente humana natural, daqueles que não crêem em Cristo, mas que Deus revelou para os que crêem.
Aplicação: A salvação deixou de ser um mistério para o cristão; só é mistério para os não salvos. Hoje pela manhã na Escola Dominical falamos sobre este mistério. Para o cristão é um segredo aberto, porque aprouve a Deus, em sua graça e bondade, segundo o seu bem querer, segundo o beneplácito de sua vontade, revelar ao crente este mistério. A salvação é um mistério? Olha para a sua vida? Olha para as suas inclinações antes de crer em Cristo. Só Cristo nos dá a verdadeira esperança.
3. A revelação do mistério assegura que a mensagem de Deus é aplicada aos corações humanos (vs. 8-10). Diga-se de passagem que esta verdade é toda a base do trabalho missionário. Pr João Lucas ligou... novo obreiro, de forma que o missionário, pode pregar o evangelho no meio dos indígenas, diante de pessoas que não sabem ler e nem escrever, seja na África, no Brasil, no Paraguai, ou na Índia. Você pode pregar o evangelho com a mesma confiança como se prega na cidade no meio de pessoas civilizadas, porque Deus, pode iluminar o seu entendimento por meio do Espírito Santo.
III. Só Cristo nos qualifica para a herança de Deus (vs. 11, 12).
A palavra diz que nós fomos feitos herança de Deus. De que maneira? A resposta está nos versos 4 e 5. Ou seja, segundo o conselho da vontade de Deus, Ele nos escolheu antes da fundação do mundo. Ele nos predestinou para adoção de filhos e Em Cristo, somos feitos herança de Deus. Em Cristo nós somos herdeiros de Deus e em Cristo somos feitos co-herdeiros com Cristo. Veja bem, a predestinação não é o que muitos andam dizendo que Deus sabia que eu aceitaria a Cristo...
Ilustração: Era comum no mundo daquela época, não tão diferente do nosso, uma família querer adotar uma criança. Uma vez concluído o processo da adoção, a criança adotada tinha todos o direitos plenos e herança na nova família a que agora estava vinculada. Uma vez adotada, esta criança não podia mais ser rejeitada ou deserdada. Para os meus sogros, há dois anos atrás mais ou menos saiu o último documento que concluía o processo de adoção do filho caçula e que dava direito igualitário de herança...
Aplicação: Ser cristão, meus queridos, significa estar em nova relação com Cristo. Significa estar em Cristo. Ser cristão não significa ter nascido em um determinado país cristianizado, não significa ter nascido em um lar onde os pais ou os avós são cristão, mas é, antes de tudo, estar em Cristo, e somente Cristo qualifica você para esta herança. Cristo nos salvou para o louvor e glória da sua graça.
Conclusão. Nós não somos cristãos por causa do nosso caráter especial ou por causa de algo que tenhamos feito. Ninguém aqui sugeriu a Deus que seria bom fazer isto ou aquilo. Eu e vocês somos o que somos porque Deus se propôs, conforme o conselho da sua vontade, que estivéssemos neste plano.
Ilustração: Assim como no VT o bode expiatório era levado diante do sumo sacerdote, e uma vez que este tomava o bode expiatório, colocava sobre ele as suas mãos, colocando assim os pecados da nação de Israel sobre o animal. Depois este animal era levado ao deserto e solto, para nunca mais ser visto.
Aplicação: É da mesma forma. Deus em Cristo descarta o pecado. Isso significa que ser cristão verdadeiro é saber que Deus lançou sobre Jesus Cristo todos os nossos pecados, todos os pecados já cometidos por nós, todos os pecados que viermos a cometer. Todos eles foram lançados sobre Ele, foram todos punidos e tratados devidamente na cruz de tal forma que quando caímos em pecado, Deus não precisa fazer algo novo. Deus já fez tudo em Cristo, para o louvor da glória da sua graça. Deus em Cristo nos fez agradáveis.
Pr. Jorge Francisco Cacuto

anterior

[topo]