Mensagens em Efésios   

O QUE SIGNIFICA RECEBER A CRISTO, O SALVADOR
(Efésios 2:4-7).

4 Todavia, Deus, sendo rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou,
5 deu-nos vida juntamente com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões -- pela graça vocês são salvos.
6 Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus,
7 para mostrar, nas eras que hão de vir, a incomparável riqueza de sua graça, demonstrada em sua bondade para conosco em Cristo Jesus.


Receber a Cristo não significa somente tomar uma decisão.

1. Temos falado nas últimas semanas que o homem sem Jesus se encontra num estado de morte espiritual. O homem sem Jesus é dominado pela perspectiva do mundo. Que o homem que ainda não confessou com a própria boca a Jesus, o Salvador, está sob a ira de Deus (cf. v. 3).
Aplicação: Já que este homem está morto em seus pecados e sob a ira de Deus, não pode fazer nada. Mas quando este homem com a sua boca confessa a Cristo e em seu coração crê e confia em Cristo para a sua salvação, este homem que se acha no estado de morte, é vivificado. É Deus que vivifica o homem. Assim como ele vivificou o corpo de Cristo que estava no túmulo durante três dias, assim Ele nos vivifica espiritualmente.
2. A pergunta que podemos fazer neste momento é a seguinte: O que significa receber a Cristo, o Salvador? O que significa aceitar a Cristo?
Uma das dificuldades da linguagem dos crentes é o mal que quero chamar de “evangeliquês”. Usamos as palavras, mas não sabemos explicá-las. Sabemos dizer para os nossos amigos não crentes que eles precisam receber a Cristo, o Salvador, mas quando nos perguntam o que é receber a Cristo? Nós respondemos: Não sei, eu vou perguntar ao meu pastor.
Eu diria que receber a Cristo não significa somente tomar uma decisão.
Eu gostaria de fazer algumas observações, para tentar mostrar o que significa receber a Cristo, o Salvador.
I. Receber a Cristo significa nascer de novo (vs.4, 5).
Aceitar a Cristo tem a ver com a nossa regeneração (II Cort. 5:17). Quando a Bíblia diz que Deus nos vivificou, está dizendo em outras palavras que Ele nos regenerou. Ele nos deu nova vida, Ele nos fez nascer de novo, fomos criados de novo, feitos novas criaturas.
Regeneração, portanto, é quando um novo princípio de vida é implantado no homem, e a disposição dominante da alma é tornada santa. Quer dizer que Deus, por sua ação poderosa, põe uma nova disposição em minha alma. Perceba que não nos é dado um novo cérebro, não nos é dada uma nova inteligência quando aceitamos a Cristo, mas, sim, uma nova disposição ou inclinação (Romanos 8:7, 8). A inclinação do homem sem Jesus é sempre inimizade contra Deus.
Ilustração: Imagine aquela pessoa que chegou a Cristo ontem e que tinha como costume freqüentar bares. Ele continua tendo os mesmos olhos e continua vendo os mesmos bares que sempre freqüentou, mas agora ela não está mais olhando para as mesmas coisas que sempre costumava olhar. A sua inclinação é outra, a sua disposição é outra. Não porque ela é forte em si mesma, mas porque ele foi feita nova criatura e a sua disposição para com as coisas da velha vida foi mudada por Deus.
Aplicação: Por isso que com base na autoridade bíblica, aquela pessoa que diz que aceitou a Cristo, mas passam-se os anos e anos e ela continua vivendo a velha vida como se Deus demonstrasse amor para com pecado, cuidado meu amigo, desconfie de você mesmo... Cuidado!!! Não há cristianismo sem novo nascimento. Aceitar a Cristo significa saber que devido ao fato de estarmos unidos a Cristo faz com tenhamos uma nova disposição.
II. Significa ressuscitar juntamente com Cristo (v.6).
Devemos ter sempre em mente de que esta ressurreição é uma comparação entre aquilo que aconteceu com Senhor Jesus e o que aconteceu em nossa vida. Tudo o que aconteceu com o Senhor Jesus Cristo quando ressuscitou fisicamente, aconteceu também conosco.
Graças a Deus pela nossa união com Cristo. Quando aceitamos a Cristo, tudo o que aconteceu com Ele, aconteceu conosco também – não fisicamente, é claro, mas sim espiritualmente. Acontecerá também no sentido físico; isso vai acontecer, é apenas uma questão de tempo, mas o que o texto está nos mostrando e o que devemos entender agora, é que no momento em que nós somos salvos, o mesmo poder que ressuscitou o Senhor Jesus Cristo está agindo agora em nós, os que cremos. Assim como Cristo saiu da tumba, nós também saímos do túmulo, deixamos para trás as vestes fúnebres e tudo o mais. Nós não estamos mais debaixo da ira de Deus.
Aplicação: Perceba que todos os tempos verbais no nosso texto estão no passado. O texto não está nos dizendo que Deus vai nos ressuscitar; não diz que Deus vai nos vivificar; tão pouco somos informados que Deus vai fazer-nos assentar nos lugares celestiais. Não – Ele afirma que já o fez, que quando estávamos mortos, Ele nos vivificou. O tempo grego é um tempo que não possui semelhança na nossa língua portuguesa. Este tempo se chama aoristo. O tempo aoristo traz sempre a idéia de um acontecimento que ocorreu no passado, todavia, que foi completa. Quer dizer que uma vez por todas já foi feito.
Estes benefícios todos se tornam realidade na vida de todos quantos chegam a Cristo. Quando uma pessoa é salva recebe todos estes benefícios descritos nos versos 5, 6.
III. Significa andar em novidade de vida (v. 7).
O que significa velho homem? O velho homem é o homem que nós herdamos em Adão. Lembre-se que nós estávamos em Adão e por isso estávamos mortos em delitos e pecados. Todas as pessoas nascem filhos de Adão. Nós temos a natureza adâmica, portanto, quando Adão caiu, nós também caímos com ele e, conseqüentemente, estávamos sob a ira de Deus.
Mas como morremos com Cristo e ressuscitamos com Cristo nós não estamos mais em Adão; estamos agora em Cristo. Eu sou membro do corpo de Cristo.
Aquele que recebe a Cristo como seu Salvador passa a ter um novo padrão de valores. O que ele quer saber agora sobre qualquer coisa, não é que tipo de proveito determinada coisa trará para si, não é que tipo de prazer a vida com Deus poderá lhe trazer; mas, antes, que valor tem para a sua alma e como isso afeta a sua relação com a eternidade. Como toca a sua relação com Deus e com Jesus Cristo. Ele vê tudo diferente e tem um padrão de valores totalmente novo, porque ele anda em novidade de vida.
IV. Significa viver para a glória de Deus (v.7).
O desejo maior do cristão verdadeiro é chegar mais perto de Deus. Perceba que o texto nos diz que Deus não somente nos vivificou e ressuscitou juntamente com Cristo, mas Ele também, versos 6 e 7, nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus, para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça.
Novamente, perceba que o texto não está falando de algo que vai acontecer no futuro. O texto não está fazendo nenhuma profecia. Pelo contrário, ele nos diz que: Ele nos deu vida, Ele nos ressuscitou, Ele nos fez assentar nos lugares celestiais. Os verbos todos estão no tempo passado.
O que isso significa? O que significa estar assentado nos lugares celestiais? Para responder esta pergunta, precisamos levar em conta os primeiros três versículos. Os versos acima nos dizem aonde nós estávamos – aonde? MORTOS – mas Deus nos elevou a uma posição inteiramente nova e diferente.
O oposto de estar espiritualmente morto é ter vida. Estar nos lugares celestiais significa que:
1. O cristão não pertence mais a este mundo.
2. O cristão não está mais debaixo da ira de Deus. Meus queridos, haverá um terrível julgamento contra este mundo com todo o mal que nele existe. Vai haver um julgamente e uma destruição sem comparação.
Ilustração: Alguns acontecimentos da história da humanidade ilustram este julgamento, como por exemplo: o Dilúvio, a destruição de Sodoma e Gomorra, os diversos cativeiros dos filhos de Israel, a destruição de Jerusalém no ano 70 DC. Tudo isso nos dá uma pálida idéia da ruína e da destruição que aguarda e que esmagará este mundo e todos aqueles que se opõem a Deus.
Aplicação: Mas para aqueles que receberam a Jesus como seu Salvador, uma vez que estamos com Cristo nos lugares celestiais, já gozamos algo da vida do céu, agora mesmo aqui na terra. Nós já temos o antegozo, o vislumbre da glória da vida com Cristo e por isso devemos viver para a glória do nome de Deus.
Ó, meus amigos, o apelo é que vocês devem pensar se de fato aceitaram a Cristo: Vocês foram regenerados? Nasceram de novo realmente e mostram frutos de novo nascimento? Você está com dúvidas? Sim ou não? Você ressuscitou juntamente com Cristo? Você vive em novidade de vida? Ou você vive enganando a torcida, mas que, na verdade, tudo o que te aguarda é um dia ouvir da boca do Senhor Jesus;" Apartai-vos de mim, nunca vos conheci." Julgai a vós mesmos, se de fato estais em Cristo. Deus vos abençoe.
Pr. Jorge Francisco Cacuto


[topo]