Mensagens em Efésios   

A UNIDADE DA FAMÍLIA CRISTÃ (Efésios 2: 17-22).
17 Ele veio e anunciou paz a vocês que estavam longe e paz aos que estavam perto,
18 pois por meio dele ambos temos acesso ao Pai, por um só Espírito.
19 Portanto, vocês já não são estrangeiros nem forasteiros, mas concidadãos dos santos e membros da família de Deus,
20 edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, tendo Jesus Cristo como pedra angular,
21 no qual todo o edifício é ajustado e cresce para tornar-se um santuário santo no Senhor.
22 Nele vocês também estão sendo juntamente edificados, para se tornarem morada de Deus por seu Espírito.


Nós pertencemos à família de Deus.
1. Nós somos membros de uma mesma família.
Meus irmãos, nenhuma outra coisa pode unir verdadeiramente os homens, a não ser o evangelho. Uma comunidade de interesse ocasional não é uma real unidade. A história tem mostrado que quando surge os primeiro indícios de crise, o que parecia ser unidade, não era unidade coisíssima nenhuma; era apenas uma pura fachada, pura aparência. Isso não é unidade. Na verdade é como:
Ilustração: Há um problema conhecido como polidáctilia. A pessoa que mais que cinco dedos numa mão ou no pé. É possível observar o sexto ou o sétimo dedo como se fosse possível cair por qualquer coisa. Parece que não está devidamente ligado ao corpo.
Aplicação: Esta unidade é uma unidade viva, uma unidade que prevalece no corpo, onde os dedos se ligam ao restante do corpo. Não estão apenas grudados, mas uma unidade viva, uma unidade de sangue e nervos.
2. Para que haja unidade entre os homens, deve haver uma mudança de valores.
É preciso que o eu morra, é preciso que o favorecimento pessoal nos negócios ou nas aparências, morra. É necessário que o meu preconceito morra e o que professamos crer na profundidade do nosso ser, seja uma realidade de vida.
A pergunta é a seguinte: Que é que o evangelho faz para produzir esta unidade? Por que todos os verdadeiros cristãos são necessariamente um? Por que devemos prezar a unidade?
I. Todos nós somos igualmente pecadores (v. 19).
Nós éramos estrangeiros, mas agora somos membros da família de Deus. Todos nós somos pecadores. Você e eu somos pecadores, meu irmão. Perdoados, sim, mas ainda pecadores. Conforme nós vimos nos versos acima, havia uma separação entre judeus e gentios, mas ambos devem se colocar debaixo da cruz de Cristo e reconhecer a sua pecaminosidade. O evangelho portanto, coloca o homem diante de Deus e mostra a ele que ele é um pecador.
Por outro lado, pela salvação em Cristo, Deus nos colocou numa grande família de Deus chamada Igreja.
* A palavra grega para FAMÍLIA é OIKÓS. Oikós também significa casa, lar, templo, membros de uma mesma família. Um OIKÓS é, portanto, um grupo de pessoas que possuem um relacionamento íntimo uma com a outra. Estima-se que estas pessoas passem pelo menos o total de uma hora conversando entre si durante a semana.
Ilustração: Por isso ressaltamos a importância do bate papo após o culto, por exemplo, e a implementação de grupos familiares. Durante uma semana nós falamos com muitas pessoas, mas em geral possuímos um pequeno OIKÓS.
* Na vida normal todos nós possuímos um OIKOS (uma família).
O OIKOS consiste de parentes, amigos, vizinhos e colegas de escola ou de trabalho. Faça a lista dos nomes das pessoas com que você fala por mais de uma hora por semana:
1. 2. 3.
4. 5. 6.
7. 8. 9.
Você achou difícil relacionar 9 pessoas? Essa é a prova que seu OIKÖS é pequeno. Precisa ser ampliado.
Lembre que esta é a vontade de Deus, nos colocar neste mundo para que sirvamos como luzeiros e por isso precisamos nos relacionar com as pessoas deste mundo, especialmente aquelas que convivem com a gente (Filipenses 2:15).
Aplicação: Sim, precisamos de unidade porque somos todos um em nossa incapacidade, em nossa fraqueza, em nossa desesperança, em nossa ineficácia. A compreensão disso gera unidade. Somos igualmente pecadores e por precisamos ser compreensivos uns com os outros.
II. Nós cremos e adoramos o mesmo e único Salvador (v. 20-22).
Todos os membros são habitados pelo Espírito Santo (individualmente e corporalmente) v. 22 . Deus quer unir suas virtudes e defeitos com os meus.
Ilustração: Na verdade eu não consigo imaginar um ajuntamento em um culto de adoração a Deus, onde uns estão com os olhos voltados para Confúcio, outros para Maomé, outros para Buda e outros para algum filósofo. Não, não posso.
Aplicação: A Bíblia diz que há um só mediador (unicamente um só mediador) entre Deus e os homens (1 Timóteo 2:5). Portanto, nós estamos juntos na pecaminosidade, na incapacidade e no fracasso. Mas se cremos em Cristo, nós olhamos para a mesma Pessoa Bendita, o Senhor e Salvador Jesus Cristo.
III. Nós os que cremos, estamos todos indo para o mesmo lar eterno (v. 19).
Como cristãos, compreendemos como ninguém que este mundo é passageiro, e que sua existência é tão somente uma questão de tempo. Este não é o nosso lar; estamos marchando rumo para o céu, meu irmão.
É verdade que há muitas diferenças aqui – diferenças de nacionalidade, diferenças de dons. Diferenças na aparência, ou em mil e um outros aspectos. Sim, mas todos nós os que cremos, estamos indo para o mesmo lugar, para a mesma eternidade, para a mesma glória, para o mesmo Deus e para o mesmo céu. Temos os olhos postos para a mesma recompensa e galardão. Por isso o nosso texto no verso 19 emprega duas palavras figurativas: estrangeiros ou peregrinos e concidadãos. Achou estas palavras em sua bíblia? Três palavras que demonstram o privilégio de ser cristão.
1. Estrangeiro é a pessoa que se acha entre um povo que não é o dele. Aqui os salvos são comparados com a população de um país. Pela salvação em Cristo houve uma mudança interior de tal forma que os dois caminhos se tornaram distintos. Ou você está no caminho estreito, ou está no caminho largo, ou você está em Cristo, ou não está. Você não pode estar ao mesmo tempo no caminho largo e o caminho estreito.
Ilustração: Imagine uma pessoa que se acha em outro país, D. Ruth, por exemplo, 67 anos de vida aqui no Brasil. Ela é estimada por todos nós e ela sente isso. Todas as diferenças são pouco significativas. Ela não se importa se de tempo em tempo tem que fazer a renovação do seu visto permanente. Isso pouco importa. Aliás, felizmente, já temos em nossa cidade o Departamento de Polícia Federal e ela não precisa sofrer o incomodo de viajar até Presidente Prudente. Mas espere aí! Súbita e inesperadamente há um litígio, há um desentendimento entre os governos brasileiro e americano e declaram guerra entre os dois países. Ah! Esta mulher tão querida no nosso meio, embora vivendo no Brasil já há 67 anos, de repente se vê que ela é uma estrangeira e que os brasileiros olham para ela com suspeita.
Aplicação: Meu irmão, os salvos diante de Deus não são estrangeiros, não são observados com o olhar de suspeita. A bíblia está nos dizendo que se você é salvo, você não é estrangeiro.
2. Cidadãos se preocupam sempre com a defesa dos interesses do seu país. É por isso que aquele cristão que não está vivendo uma vida de santidade, é um traidor da sua pátria e do seu Rei. Você não poder dizer: não importa o que eu faça, a vida é minha. Você está traindo os interesses de sua pátria.
Se você realmente é cristão, se você cair, todos nós cairemos com você. E o mundo se rirá e zombará de nós. Muitos países têm pena de execução para cidadãos traidores. Os canalhas e traidores são submetidos a pena de morte.
Aplicação: Amados, peço-vos, em nome de Jesus, como estrangeiros e peregrinos neste mundo, que vos abstenhais, que fiqueis longe da cobiça carnal que luta contra a nossa alma – não por amor a vocês mesmos apenas, porém, muito mais, por amor daqueles gentios que estão olhando para você, e pela honra do seu Rei, o Senhor Jesus Cristo. Cristãos que não vivem os valores do Rei Jesus são uma contra propaganda para o evangelho.
Conclusão:

Você já pertence a esta família? Que é que você tem, um passaporte ou uma certidão de nascimento? Você tem uma certidão de nascimento ou está simplesmente residindo com base em um passaporte?
Você pode estar me perguntando: Pastor qual é a certidão de nascimento do cristão que prova que sou da família de Deus?
Romanos 8:16 "O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus."
Efésios 1:13, 14 fala que quando nós cremos em Cristo nós fomos selados com o Espírito Santo.
1. Eu exorto a você, eu o concito a que tenha a certidão, a convicção de sua salvação. Tenha a certeza de sua salvacão e seja membro da família de Deus. Aceite o Senhor Jesus Cristo como seu salvador.
2. Aos já salvos, nós somos responsáveis pelos membros de nossa família.
a. Deus nos considera responsáveis uns pelos outros.
b. Nenhum de nós pode viver isolado dos outros! Nós precisamos uns dos outros.
c. Você está pronto para assumir a responsabilidade por outros no seu oikós?
3. Aos membros da família de Deus, estendemos o convite para celebrar o banquete da ceia do Senhor.
Pr. Jorge Francisco Cacuto


[topo]