MISSÕES   


Araçatuba, 21 de dezembro de 2005.

Caros amigos e colegas.

Creio que esta é a última comunicação do ano.
Ontem foi um dia desolador para mim. Uma sensação estranha invadiu o meu ser. A razão é óbvia.No último domingo dia 18 de dezembro preguei o sermão de despedida, depois de 11 anos de ministério na única Igreja que Deus me deu o privilégio de pastoreá-la.

Não sabemos onde e como o Senhor nos levará. Todavia, conforme já lhes informamos em comunicações anteriores, a razão única de nossa saída agora da IBA é visando a nossa dedicação para o término do curso que faço em Atibaia (Mestrado na Palavra da Vida) e o possível ministério de treinamento de obreiros em Angola. As palavras de Gilmour da Mongólia têm marcado profundamente os nossos corações: "Mesmo no nível mais baixo do bom senso, pareço ter sido chamado para ser um missionário. O reino não é, pois, uma grande colheita? Então julguei ser razoável procurar trabalho onde o trabalho era mais abundante e os trabalhadores eram poucos ".

Ore conosco nas seguintes necessidades:

· Definição do futuro ministério (estamos aceitando sugestões).

· Definição e suprimento da escola dos filhos.

· Preparação para o próximo módulo em fevereiro (mesmo no período de férias continuo na labuta, e que labuta).

· Crescimento contínuo da IBA e do Pr. Valmir Leonardo que a partir de janeiro assume o pastorado interino.

Nota importante: Por favor de hoje em diante o nosso único endereço para contato é pr.cacuto@gmail.com

A Deus toda glória.

Jorge F. Cacuto e família

 

voltar ao índice